sexta-feira, 25 de outubro de 2013

ANDANÇAS PARA A LIBERDADE (II Volume)

Camilo Mortágua

“Andava no Brasil despreocupado e, muitas vezes, até esquecido das razões porque por lá andava, julgando-me demasiado insignificante para que perdessem tempo comigo.

Por pensar que a História não se repete, mas os homens sim; por constatar que os Homens de poder têm uma trágica tendência para recorrer a desumanas práticas repressivas sobre os seus governados, sempre que (com razão ou sem ela) sentem ameaçados os seus poderes; não estou convencido da impossibilidade do Povo Português voltar a perder a sua Liberdade e da sua juventude voltar a ter necessidade de lutar por essa Liberdade roubada.

Esta é uma das razões para escrever estas “andanças”. Para que, por pouco que seja, através delas, as juventudes do meu país, se tal voltar a acontecer, estejam melhor preparados do que eu e os meus companheiros estivemos.”

CAMILO MORTÁGUA, “Andanças para a Liberdade”, volume II (1961-1974)

 

Andanças para a Liberdade - II Volume

Enviar um comentário