quarta-feira, 30 de julho de 2008

Estados de Espírito

MUTAÇÃO

Que constantes
Mudanças
Serão
As que nos infligem?
Que constantes
Mudanças
Seremos
Obrigados a sofrer?
Porque é que estas
São inevitáveis?
E as escolhas tão escassas!

Transformarmos-nos
Constantemente,
Fazendo vénias ao destino,
Ao mesmo tempo vamos
Implorando:
- Misericórdia!

Marta Rietsch Monteiro

____________________________________________________________
Mais poesia de Marta Rietsch Monteiro: clicar aqui
Enviar um comentário