sábado, 9 de junho de 2007

Caetano Veloso

Na maior parte do tempo andamos nós a tentar encontrar explicações complexas para o que afinal é tão simples. Amar e ser ser amado é um sentimento simultaneamente tão puro e filosófico, como físico. Evidentemente que no amor não se pode, não deve. priveligiar qualquer dos sentimentos em relação aos outros, a não ser que os amantes assim o entendam. As regras do amor não são estáticas, por isso o amor tem altos e baixos, vai e vem. Uma vezes parece tão forte, eterno e indestrutível, para no momento seguinte se desfazer no vento.

Para sorte nossa aparece por vezes uma voz abalizada como a de Caetano Veloso que recoloca as nossas tensões e emoções no seu devido lugar. Leiam, ouçam e reflictam sobre a sua mensagem.

Ninguém precisa, nem deve, seguir as ideias dos outros, sejam eles quem forem, mas precisamos de conhecer para reflectir e encontrar as nossas próprias soluções e caminhos.

----------------------------------------

HOMEM

não tenho inveja da maternidade
nem da lactação
não tenho inveja da adiposidade
nem da menstruação

só tenho inveja da longevidade
e dos orgasmos múltiplo
se dos orgasmos múltiplos
eu sou homem
pele solta sobre o músculo
eu sou homem
pêlo grosso no nariz

não tenho inveja da sagacidade
nem da intuição
não tenho inveja da fidelidade
nem da dissimulação

só tenho inveja da longevidade
e dos orgasmos múltiplo
se dos orgasmos múltiplos
eu sou homem
pele solta sobre o músculo
eu sou homem
pêlo grosso no nariz

PORQUÊ?

estou me a vir
e tu como é que te tens por dentro?
porquê não te vens também?

----------------------------------------

Ver aqui o novo CD de Caetano Veloso:
Enviar um comentário