quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Enigma da Vida



Há coisas que se ouvem e vêm que não podemos deixar de registar e também de partilhar com os outros.

Deixo-vos aqui estas pequenas reflexões, das quais desconheço o autor, por isso sofreram apenas uma ou outra pequena alteração para se enquadrarem mais no meu modo de ver e pensar as coisas.


-----------------------------------------------

Hoje a minha vida começa.


Passei toda a minha vida sozinho, não passava de um miúdo fala-barato.

Hoje torno-me um Homem.

Hoje torno-me responsável para com outra pessoa que não eu, seja ela qual for, um filho, um amigo, um colega, um aluno, qualquer pessoa…


Hoje torno-me responsável para com o futuro, para com todas as possibilidades que ele me possa oferecer.

Aconteça o que acontecer, estarei preparado para qualquer coisa, para tudo.

Para enfrentar a vida.

Para enfrentar o amor.

Para enfrentar a possibilidade e a responsabilidade.

Hoje começa a minha vida e mal posso esperar.

Nunca sabemos que o grande dia da nossa vida é o grande dia, só quando está a acontecer.

Nunca reconhecemos o grande dia da nossa vida, só quando estamos a vivê-lo.

O dia em que nos comprometemos com algo ou com alguém.

O dia em que nos partem o coração.

O dia em que conhecemos a nossa alma gémea.

O dia em que percebemos que não há tempo suficiente, porque queremos viver para sempre.

São esses os grandes dias. Os dias perfeitos.

Passamos a vida preocupados com o futuro.

A planear o futuro. A tentar prever o futuro.

Como se saber pudesse aparar o golpe, mas o futuro está sempre a mudar.

O futuro alberga os nossos maiores receios e as nossas maiores esperanças.

Mas uma coisa é certa, quando por fim se revela, o futuro, nunca é como o imaginamos.
Enviar um comentário