terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Santa Liberdade



50 anos depois o Museu Nacional da Imprensa organiza uma exposição sobre o assalto ao Santa Maria.

Na inauguração do evento esteve presente Camilo Mortágua, adjunto do capitão Henrique Galvão, o qual prestou alguns esclarecimento sobre a tomada do Santa Maria a uma plateia interessada.

A bem da liberdade era bom que nunca mais fossemos obrigados a pegar em armas para combater a tirania.



Esta exposição, iniciada 50 anos depois do exacto dia (22 de Janeiro de 1961) em que se iniciou esta aventura que abalou as ditaduras salazarista e franquista, estará patente ao público, no Museu Nacional da Imprensa (Freixo, Porto) até ao próximo dia 30 de Junho.

Enviar um comentário