domingo, 13 de janeiro de 2008

Amanhã vou ao Carniceiro

Pois é meus amigos amanhã de manhã lá vou de malas aviadas para o talho-mor cá do burgo, o Hospital de S. João.

Espero que destas vez não haja mais nenhum atraso e incompetência, porque um problema que podia ter sido resolvido logo em Março, na altura do meu acidente, tem-se prolongado e agravado ao longo dos meses.

Mas pronto, desta vez é que é, não estou preocupado, apenas ansioso para ver este problema resolvido. É o último, é o único que falta resolver de um longo processo iniciado a 19 de Fevereiro do ano passado, o dia 1 da libertação.

Tirando o próprio dia da operação, 15 de Janeiro, devo estar online várias vezes, pois levo comigo o portátil e espero não ter dores que me impeçam de comunicar.

Abraços e beijos a todos os que, sabendo do que se passa, têm demonstrado sincera preocupação, estão até mais preocupados do que eu próprio. Isto é só um problema de tripas e o meu prato favorito é tripas à moda do Porto.
Enviar um comentário