segunda-feira, 6 de julho de 2009

Um Monge Ateu





Depois deste dia (Arouca 4 de Julho de 2007 - reconstituição histórica de um episódio da Guerra Civil entre miguelistas e liberais, século XIX) em que andei a tentar levar ao confessionário umas noviças, só o facto de ter tomado conhecimento da mudança de escola me podia ter tornado mais feliz.

Uma nova vida se perspectiva, não será fácil, mas também o que é fácil? Só para os lerdos, os oportunistas, os anormais e os egocêntricos é que a vida é fácil.

Pronto, OK, podem sempre puxar pelo cordelinho e ver se a coisa funciona, eu cá não sei de nada, não há nada como experimentar.


Enviar um comentário