quarta-feira, 6 de maio de 2009

Lugares e Pessoas



Há lugares que nos trazem recordações de memórias que julgávamos apagadas.

São lugares que exerceram sobre nós um fascínio único, mas as memórias voltam não pelo lugar em si, por mais belo que seja, mas pelas pessoas com quem partilhamos o momento.

Não interessa onde esta imagem foi tirada, se estive ou não aqui com alguém.

O meu lugar é um lugar por mim criado, resultado dos muitos que visitei, ou dos que ainda vou visitar, das pessoas com que estive ou daquelas com que vou estar.

O meu lugar é uma ilusão, uma miragem, que ganha forma sempre que algo desperta dentro de mim, mas esse lugar vale pelo vivido ou pelo que se imagina poder viver nele e não por si só.

É um lugar onde se vislumbram os claros e escuros da vida, um lugar das nossas aberturas e bloqueios, das nossas verdades e mentiras, das nossas certezas e dúvidas.

É o lugar das nossas contradições!

É um lugar que não existe por si, mas sim pelas pessoas com quem o partilhamos ou com quem o iremos partilhar.

Não é um lugar estático, é um lugar de liberdade vivida ou imaginada.
Enviar um comentário